.

.

domingo, 15 de julho de 2012

3H BTT Resistência Urbana V. N. Famalicão

3H BTT Resistência Urbana Famalicão

3H de BTT, muitos poderão dizer, "3H de BTT?", ainda há coisa de 15 dias fizeste 200Km até Santiago e andaste mais do que 3H em cima da Bike.
É verdade mas fazer um circuito de cerca 7,5Km, sendo metade a subir e metade a descer é totalmente diferente.
Resumindo foram cerca de 51km cumpridos em cerca de 2h e 47m, e apenas não continuei porque sabia que não conseguia fazer a última volta em 13m e ia andar apenas para passear, por muito que me apetecesse fazer outra vez aquela descida.
Nas nossas voltas longas quando passamos numa subida que não gostamos, sabemos que a deixamos para trás. Em circuito não, quando passamos por uma subida que não gostamos, sabemos que lá vamos voltar a passar. Por isso a dificuldade desta prova.
Para este evento além dos habituais apoios da família(era ver as minhas filhas a gritar a pedir para ficar em primeiro e eu a tentar explicar que eu não gosto de grandes atenções ;-) e por isso não queria ficar em primeiro, nem dos primeiros nem dos últimos, a minha mulher preocupada com a minha hidratação), do apoio do António M Silva que foi lá dar uma força, também tive o apoio da PROCYCLE que cedeu para experimentar a lanterna da MAGICSHINE que tem preços desde os 80€ e que muito jeito me deu para realizar a prova. Por isso o meu obrigado ao Rui Abreu.
O conceito para mim era novo e a curiosidade de o experimentar era grande, quanto ao meu objectivo acho que o cumpri. :-)
Do circuito e das vicissitudes da prova vai aqui o meu relato.

Em amena cavaqueira com o António M Silva, um dos elementos da organização dos Trilhos D'Esmeriz.


Começávamos com uma subida longa até à estação e depois até à ciclovia. Na primeira volta consegui manter um ritmo alto e não se repetiu o filme da maratona em que fui ultrapassado por toda a gente, mesmo assim de vez em quando passavam alguns aviões. Na ciclovia tínhamos um gancho à esquerda, devidamente iluminado, que consistia numa subida técnica de dificuldade média, mas que na primeira volta, pelo elevado e diverso numero de participantes fomos obrigados a desmontar. Passávamos o posto de controlo que tinha abastecimento liquido e sólido, depois aqui começava a minha prova, era quase sempre a descer e aqui eu abusava.
Na segunda volta fazia a mesma coisa mas como a noite começava a cerrar a forma como tinha colocado a lanterna não me dava segurança para descer e isso fez-me perder algum tempo já que tive que ir até à minha "boxe" e através de abraçadeiras novas resolver os problemas, lá voltei para a terceira volta e começamos outra vez a subir, mas mal chegávamos à descida a minha face mudava, a passagem naquela quinta era fantástica, piscina do lado esquerdo que dava vontade de mergulhar, saida da quinta com gancho à direita e depois às esquerda, atravessar a passagem pedonal por cima da nacional novo gancho à esquerda, descida inicialmente em paralelo e depois alcatrão até encontrarmos de novo a linha férrea, que na descida paralela apanhava uma lomba que dava vontade de saltar, mas um ligeiro descuido poderia dar mau resultado, já que no final da descida a travagem a fundo era necessária, mas ao mesmo tempo perigosa, tínhamos um pequeno s com areia. a seguir tínhamos uma pequena subida para atravessar a linha férrea mas logo depois dois ganchos um à esquerda e um à direita, este para entrar numa quinta com terrenos agrícolas, um trilho que misturava terra com erva cortada e a descer por entre vinhas, que mais eu podia pedir. Descer a grande velocidade para sair atrás da Lusíada, atravessar a Ernesto Carvalho e voltar a entrar entre prédios na Travessa dos Exidos e entrarmos num largo da Rua Direita, sem antes dar um salto que a rampa abaixo convidava.

Eu na Rua Direita em grande plano,


A partir daqui era de loucos, atravessar a 25 de Abril, passar a chicane da R Santo António.
Aqui dá para ver perfeitamente que a minha luz não estava devidamente colocada, conseguia cegar o fotografo, mas que a luz tinha potência, isso tinha.

ver as montras nesta rua, mas rápido que os saldos ainda não começaram, entrar na Rua Luís Barroso, cumprimentar as pessoas que na esplanada tomavam café, contornar a Fundação Cupertino Miranda, aproveitar a raiz de uma árvore para dar mais um salto, atravessar a Praça D. Maria sempre a grande velocidade, entrar na R do Ferrador que antecedia a reta da meta, mas para mim aqui estava a cereja no topo do bolo, uma rampa, que fazia a delicia daqueles que gostam de dar um bom salto e que era antecedida por uma curva ligeira à direita e a zona de acesso à boxe, a sua inclinação inicial apenas conseguia abrandar um pouco depois era só prazer. Aqui está o final da mesma.
É lógico que após esta rampa espectacular, toda a velocidade que tínhamos desaparecia, porque significava o fim da descida.

Assim lá começávamos outra volta.
Aqui está a história da prova em tempos por volta,
Como dá para perceber a 1ª foi a minha melhor volta, na segunda foi resultado da má iluminação, a terceira resultado da paragem na boxe, a quarta porque rolei mais devagar para hidratar, a quinta porque parei no abastecimento e na boxe para hidratar e comer, os músculos estavam-se a queixar da brutalidade que tinha imprimido na primeira volta ( para mim foi uma brutalidade :-)), a sexta melhorei e a sétima estava a melhorar mas tive a noção que já não conseguia ir à oitava, mas os tempos estavam a melhorar, tirei 7 segundos à volta anterior. :-D

Como balanço, tenho que dar os parabéns aos Amigos do Pedal/Eugénius Hc, porque a organização estava top, o percurso muito bom e a área do Padock estava animada. Parabéns também a V. N. Famalicão que continua a dar o exemplo de como se deve apoiar e ajudar a divulgar o BTT, é já uma referência no norte em organizações desportivas do género e rapidamente passará a ser a referência ao nível nacional. Nem sempre as provas com maior afluência são as melhores, mas sim aquelas que zelam pela qualidade, segurança e organização.
Como participante devo agradecer a todas as entidades envolvidas PSP, Policia Municipal e Bombeiros que no decorrer da prova além de zelarem pela nossa segurança nos incentivavam, e todas as pessoas da organização que estavam nos diversos pontos a apoiar e a trabalhar para que nos divertíssemos.
Um bem Haja a todos e os Trilhos D'Esmeriz já estão a preparar equipas para as 24H de BTT em conjunto com a FinaBragaBTT e os MarkitosBTT, por isso quase certo é estarem presentes na vossa próxima prova mais 18 melros à espera de mais divertimento.

Um abraço XTR.
Luís Matos

Sem comentários:

Prémio Famabike para a Maior equipa

Vencedora da maior equipa foi a BCG.

TRILHOS D'ESMERIZ NO PROGRAMA DE RÁDIO GRANDES PEDALADAS

Os Trilhos D'Esmeriz têm agora um Jersey oficial.

Este Jersey foi resultado da parceria com a Pacto, todos os interessados em adquirir um Jersey podem fazê-lo através da inscrição no blog do evento.
www.trilhosdesmeriz.blogspot.com
ou através de um e-mail para luismatosseguros@gmail.com
preço a pagar pelo Jersey será de 13€ + iva
Poderão levantar o Jersey no secretariado ou para os pedidos que não seja possível a entrega antes do Passeio serão entregues no Centro Social da Paróquia de Esmeriz ou numa loja perto de si.

Inscrevam-se, Participem,

www.trilhosdesmeriz.blogspot.com

Um dos Brindes dos Trilhos D'Esmeriz 2012. Inscrevam-se.

Um dos Brindes dos Trilhos D'Esmeriz 2012. Inscrevam-se.
[CENTER]www.trilhosdesmeriz.blogspot.com

Tem surgido algumas questões relativamente à marcação do percurso e podemos desde já adiantar que o mesmo será todo fitado.

Por isso todos aqueles que não gostam de andar atrás de guias e não tem gps, podem inscrever-se nos Trilhos D'Esmeriz 2012, porque não se irão perder.

Inscrevam-se[/CENTER]
Foi já realizado o sorteio da bomba de ar.
O feliz contemplado foi o dorsal 9 - Joaquim Leitão Pereira do Biciatus
Parabéns
Durante a próxima semana vai ser contatado para levantar o prémio nas instalações da Famabike.

Inscrevam-se, Participem,

www.trilhosdesmeriz.blogspot.com

O título de Maior Equipa está actualmente com Os MarkitosBTT com 9 elementos inscritos.

O título de Maior Equipa está actualmente com Os MarkitosBTT com 9 elementos inscritos.

A CP leva-te aos III Passeio de BTT pelos Trilhos D'Esmeriz

Este ano a CP aceitou o nosso convite e aderiu a esta jornada de solidariedade, oferecendo algumas viagens de Braga e do Porto aos participantes neste passeio e que resolvam vir de comboio. Sem dúvida que este é o meio preferencial de quem faz da bicicleta o seu transporte. Nas longas distâncias e em substituição do automóvel, o transporte gratuito da bicicleta nos comboios da CP estimula a sua utilização.
A CP que aliada ao fato de promover esta mobilidade alternativa vai ajudar a promover este evento, idealizou também o cartaz abaixo para servir esse propósito.

A CP leva-te aos Trilhos D'Esmeriz 2012

III Passeio pelos Trilhos D'Esmeriz 2012

AS INSCRIÇÕES ESTÃO ABERTAS PARA III PASSEIO DE BTT PELOS TRILHOS D'ESMERIZ 2012

Trilhos D'Esmeriz 2012


Mais uma vez o ForumBTT é parceiro nesta nossa iniciativa. Muito Obrigado.
Em 2010 foi assim:

FOTOGRAFIAS

As fotos que estão disponíveis, poderão ser descarregadas, a resolução disponivel dá para fazer fotos 10x15. Se alguém estiver interessado em tamanhos superiores poderá contactar os Fotografos, Paula Moreira e Filipe Ezequiel. Os valores das fotos encomendadas serão fornecidos pelos fotografos, não tendo nesta situação o CSPEsmeriz qualquer intervenção.
Pelo trabalho apresentado só podemos estar agradecidos a esta equipa, que de uma forma solidária ofereceu-nos as fotografias disponibilizadas no site. O trabalho destes amantes das fotos não se cingiu ao domingo mas também no sábado estiveram a percorrer os trilhos para encontrarem os melhores sitios.
Bem hajam.

Veja as Fotos dos Trilhos D'Esmeriz 2010

Fotografias da Paula Moreira e do Filipe Ezequiel

Pesquisar neste blogue

Click no dorsal para dar a sua opinião

Para saber as novidades click na imagem

PASSEIO DE BTT BRAGA 2011 - FOTOS

Trilhos D'Esmeriz

Os Trilhos D'Esmeriz foram o mote para a criação deste blog em 2008, em 2009 esteve de licença sabática e em 2010 foi novamente reactivado e remodelado para de novo apoiar a prova que se realizou em Maio deste ano. Agora que já passaram 6 meses após a prova, este site merece que seja divulgada alguma actividade em que os membros organizadores, patrocinadores e amigos que ajudaram à realização do evento participem.

Saudações XTR para todos.
LM

HISTÓRIA DO CAMINHO PRIMITIVO

O Caminho Primitivo, utilizado pelos devotos início do Principado das Astúrias recém-formado, surge como a primeira rota de peregrinação a Compostela.

O Rei Alfonso II el Casto fez a peregrinação desde Oviedo até Santiago no início do século IX por este caminho. Este monarca foi fundamental para a confirmação da origem dos restos humanos em Compostela e fundou a primeira basílica para o culto do Apóstolo. Contribuiu ao mesmo tempo realizando doações e promoveu a criação da primeira comunidade monástica destinada para a adoração do santuário de Santiago.

A cidade de Oviedo, foi o ponto de partida do Caminho Primitivo. A partir desta cidade o caminho era seguro e frequentado e o status só mudou quando Leon se estabeleceu no século X como a capital do reino e acolhendo o presente caminho francês. Entretanto, desde que o valor espiritual desse percurso como uma rota alternativa permaneceu principalmente devido as relíquias da catedral de San Salvador de Oviedo, "Quem vai visitar Santiago e não visita Salvador, vai a casa do criador e não visita o seu senhor", se dizia desde a Idade Média e da Basílica de Lugo com a sua exposição permanente do Santíssimo Sacramento.

Os numerosos hospitais se estabeleceram ao longo de 369 quilómetros deste caminho mostram a sua importância. Eles serviram fundamentalmente para apoiar o peregrino pois se veja obrigado a atravessar zonas de extrema dureza geográfica e climática.

Embora a rota original é Oviedo a Compostela, nós apresentamos a opção de Leon a Oviedo (tomadas pelos peregrinos para visitar San Salvador de Oviedo): Leon, Pola de Gordon, Arbas, Casa Tibigracias, a Ponte Fierros, Campomanes, Pola de Lena, Olloniego, La Manjoya, Oviedo, El Escamplero, San Juan de Villapañada, Salas, Tineo, Pola de Allande, Grandas de Salime, Fonsagrada, Cádavo, Castroverde, Lugo, Palas de Rei, Melide, Arzúa, Arca, Santiago de Compostela (http://galicia.costasur.com/pt/camnio-original.html).
Caros amigos

Os Trilhos D'Esmeriz irão ser percorridos por várias localidades do Concelho de Famalicão e irão existir 2 percursos.

Percurso de 40Km
Dificuldade Fisica/Técnica 4/3
Este percurso será roda livre e orientação por GPS.
Neste percurso poderão participar Individualmente ou preferencialmente em Equipa/Grupo, é obrigatório pelo menos um dos elementos da Equipa/Grupo ter GPS.
Para todos os participantes que não tenham GPS mas queiram participar neste percurso, serão formados grupos de 20 que serão guiados pelo staff da Organização.
Este percurso pode ser feito com o intuito de conseguir reduzir o tempo dos trail markers que está em 2h45m, ou com intuito de usufruir de uma boa domingueira sem stress.

Percurso de 28km
Dificuldade Fisica/Técnica 3/3
Este percurso será guiado, a ritmo de passeio de domingo com reagrupamentos.


Participem, inscrevam-se o CSPEsmeriz agradece.
Saudações Todo Terreno para todos

A OrganizaçãoCSPEsmeriz

INSCRIÇÕES

DONATIVO MINIMO
10,00€
Poderá ser efectuada a inscrição e o pagamento nos seguintes locais:
CENTRO SOCIAL DA PAROQUIA DE ESMERIZ
Vila Nova de Famalicão
FAMABIKE
Vila Nova de Famalicão
PROCYCLE
Braga
Incluí:
Logistica
Assistência técnica
Abastecimento
Brindes
Reforço alimentar final

Opção:
SEGURO 2,50€
Trilhos D'Esmeriz
A segunda edição dos "Trilhos d´Esmeriz", organizada pelo Centro Social da Paróquia de Esmeriz, pretende reunir o maior número de participantes e proporcionar a todos um dia de aventura e convívio fantástico à semelhança do que aconteceu no 1º passeio.

Sem descurar a principal razão que está por trás deste passeio, a chama da solidariedade social deverá brilhar novamente fazendo reverter para o Centro Social da Paróquia de Esmeriz os donativos (valor da inscrição) angariados.
Através deste desporto que reúne cada vez mais adeptos, procuramos reinventar formas de ajuda e precisamos de si e dos seus amigos para fazer com que a chama da solidariedade brilhe mais forte do que nunca nos "Trilhos d´Esmeriz".
Juntos vamos perceber que a força é feita da união.
-----
INFORMAÇÕES
Centro Social da Paróquia de Esmeriz
Largo da Igreja - Esmeriz
Vila Nova de Famalicão
HORÁRIOS
Levantamento de dorsais
Secretariado no CSPE
22/05 das 10h00 às 17h00
23/05 das 07h30 às 08h30

Loja FAMABIKE em Famalicão
21/05 e 22/05 em Horário de Abertura

Loja PROCYCLE em Braga
21/05 e 22/05 em Horário de Abertura

Concentração
07h30

Partida
09h00

CONTACTOS
966848500
252331630
trilhosdesmeriz@gmail.com
luismatosseguros@gmail.com
cspesmeriz@mail.telepac.pt

EVENTOS

PEDIDOS DE DIVULGAÇÃO

PEDIDOS DE DIVULGAÇÃO

FOTOGRAFIAS TIRADAS PELO MANUEL LOPES QUE ESTÃO SIMPLESMENTE ESPECTACULARES

TRILHOS D´ESMERIZ

O Centro Social da Paróquia de Esmeriz é uma Instituição Particular de Solidariedade Social (IPSS), com sede na Freguesia de Esmeriz, Concelho de Vila Nova de Famalicão. A nossa Missão é promover, num espírito de solidariedade humana, social e cristã, a satisfação das necessidades da população, promovendo em seu favor, várias iniciativas culturais, sociais e recreativas, dando particular atenção à família, infância e terceira idade e às pessoas /famílias mais carenciadas.
Presentemente, a necessidade de criar uma nova sala de pré-escolar tem-se intensificando no sentimento geral da população. Pretendemos assim responder às necessidades de várias famílias residentes em Esmeriz e freguesias circundantes do Concelho que não conseguem a integração dos seus filhos. Estamos solidários com essas famílias e sendo nós uma Instituição sem Fins Lucrativos e de Solidariedade Social iremos avançar com uma obra que nos acarretará muitos custos, mas garantirá a satisfação de muitas pessoas em vários domínios: familiar, social, emprego e educação.
O Passeio de BTT pelos Trilhos D'Esmeriz, é uma de algumas actividades organizadas com o objectivo de angariar verbas que permitirão criar esta nova sala sem tantos custos envolvidos. Precisamos assegurar a continuidade do percurso educativo destas crianças, aumentar a satisfação das famílias criando condições eficazes e capazes de responder às suas necessidades. A concretização desta actividade através de um desporto que cada vez mais adeptos tem reunido, é por si uma aventura no mundo da solidariedade social que convidamos a partilhar.

FOTOS EM PAULO MINISTRO (clique na imagem)